terça-feira, 23 de maio de 2017

Vida...

A beleza do pôr do sol
está na vida que há em ti.
Num leve sopro
dou-te um suave beijo.

Seguro-me
ao teu doce coração.
Os meus dedos se entrelaçam
com os teus e contam histórias,
de vida.

O teu rosto
está marcado em mim.
Os teus olhos
falam o teu sentir.

Brisa

7 comentários:

  1. Nunca pedi para viver para sempre, tentei sempre viver um dia de cada vez.
    Senti um sopro de vida no momento que vi a Brisa junto ao castelo que separa a terra do horizonte.
    Recordo as palavras que lhe disse... sou assim tal como vês... A vida fez uma breve pausa no tempo.

    ResponderEliminar
  2. Apaixonado e belo poema
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  3. Olá, o nosso carácter é o nosso por do sol ou uma grade tempestade, depende de cada um.
    Lindo é o poema.
    Feliz fim de semana,
    AG

    ResponderEliminar
  4. Há rostos que nos marcam
    Magnífico poema, gostei imenso.
    Bom fim de semana, amiga Brisa.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  5. Magnífico poema.
    Gostei imenso, parabéns.
    Bom resto de semana, amiga Brisa.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  6. Gostei da doçura dos seus versos!
    Bom fim de tarde!

    ResponderEliminar
  7. Oh!... Minha brisa marinha
    Ou brisa mansa em terral,
    Vens como um som de cristal
    Matando a saudade minha

    Da infância, quando à tardinha
    Eu via o Sol tal e qual
    À luz de um faixo ao final
    Do combustível que tinha.

    Este teu céu sobre o mar
    Que é meu mar, ao lembrar
    Da minha infância, a saudade

    Volta, e eu a matei ao olhar
    Com a gaivota no ar
    Sem luz, só com a claridade.

    Grande abraço. Laerte.

    ResponderEliminar